Impotência e anti-hipertensivos

Muita gente nem imagina, mas existe uma relação entre impotência e anti-hipertensivos, mas essa é uma ligação que não pode ser ignorada!

O fato é que a impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, é uma queixa considerada bastante comum em pacientes com hipertensão.

Para quem não sabe, a hipertensão é uma condição que se caracteriza pelo aumento da pressão ou tensão da circulação sanguínea no tecido do vaso sanguíneo.

Esse problema de saúde é comumente tratado de duas formas básicas: medicamentos e mudança no estilo de vida.

Nos casos mais leves, é comum que o médico recomende principalmente uma mudança nos hábitos diários, incluindo a prática de atividades físicas regulares, adotar uma alimentação equilibrada e, na medida do possível, evitar o estresse.

Já em casos mais avançados, é preciso iniciar o uso de vasodilatadores, que agem aumentando o calibre dos vasos sanguíneos, fazendo com que o fluxo de sangue provoque uma menor pressão nas paredes das artérias.

Há um tempo atrás, alguns desses medicamentos causavam hipotensão postural, que é a queda de pressão que faz a pessoa sentir-se tonta ao ficar em pé.

No entanto, o fato é que os medicamentos de hoje possuem muito menos efeitos colaterais do que antes.

Os anti-hipertensivos e a impotência sexual

Ainda sobre os medicamentos para hipertensão, é preciso lembrar que há um tempo atrás uma outra classe de medicamentos também era utilizada no tratamento da hipertensão, tanto isoladamente quanto em conjunto com anti-hipertensivos.

Nesse caso, estamos falando dos medicamentos diuréticos.

Embora eles causem também a perda de água e sódio, especialmente no começo do uso, algumas versões mais modernas e o bom ajuste das doses podem fazer com que esses medicamentos sejam grandes aliados no tratamento da doença.

É inegável que, atualmente, os medicamentos provocam muito menos efeitos colaterais do que antes.

No entanto, não é incomum pacientes que relatam problemas de impotência no uso de medicamentos anti-hipertensivos.

Isso acontece porque os remédios diminuem a circulação, incluindo no pênis, impossibilitando que haja ereção. Para quem usa estes medicamentos e percebeu piora no desempenho sexual, uma opção boa é o uso de um gel peniano antes da relação sexual, o V8 Big Size é sensacional para isto.

Além disso caso o paciente note qualquer tipo de problema, é essencial procurar um médico para avaliar o caso.

Isso porque atualmente existem muitas opções de medicamentos que podem ser utilizados, possibilitando uma melhor personalização do tratamento.

O mais importante de tudo é que, mesmo com esse tipo de efeito colateral, o paciente não abra mão do tratamento sem antes falar com um médico e esgotar as alternativas possíveis.

Isso porque quadros hipertensivos sem tratamento podem levar a complicações graves, como AVC e infarto.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a relação entre impotência e anti-hipertensivos.

Saiba o que é prostatite
Dicas para emagrecer depois da gravidez

Leave a Reply

Your email address will not be published / Required fields are marked *