Orgasmo expandido: o que é e como obtê-lo

Você já teve um orgasmo mais intenso do que o normal? Sua duração também foi diferente? Neste caso , é um orgasmo expandido , uma experiência de clímax extremamente agradável que nos permite desfrutar o prazer em sua expressão máxima.

Qualquer pessoa que já experimentou esse tipo de orgasmo pelo menos uma vez provavelmente se perguntará como vivê-lo com mais frequência. No artigo de hoje, tentaremos responder a essa pergunta. Além disso, vamos nos aprofundar no conceito de orgasmo expandido .

O que é orgasmo?

Orgasmo é uma sensação de intenso prazer . Segundo alguns especialistas: “é um fenômeno neurofisiológico que provoca a contração dos músculos bulbo-cavernosos e que geralmente coincide com a ejaculação”.

Essa definição, entretanto, não nos diz que existem diferentes tipos de orgasmo com tantas diferenças de intensidade. Por exemplo, o homem pode chegar ao clímax sem ejacular (ejaculação retrógrada) e a mulher também pode ejacular ( esguichar ). Além disso, você pode experimentar orgasmos muito mais prazerosos do que outros.

Quanto ao nível de prazer, pode-se falar em orgasmo expandido, que nada tem a ver com multiorgasmy. Nesse caso, o orgasmo dobra de intensidade levando a pessoa ao êxtase mais extremo.

Este termo foi cunhado por Patricia Taylor como parte de sua pesquisa; diz que durante esta experiência você se deixa levar por alguns segundos ou mesmo minutos para terminar com uma sensação de relaxamento e grande satisfação. Uma experiência de prazer longe do “normal”.

Orgasmo e tantra expandidos

Patricia Taylor apontou em sua pesquisa que o orgasmo expandido pode ser experimentado por homens e mulheres . Este é um elemento importante, pois existe uma tendência a acreditar que as mulheres têm mais prazer do que os homens em atingir o clímax.

O conceito de orgasmo expandido tem sido freqüentemente associado ao tantra . Isso ocorre porque no tantra o foco não está no clímax, mas nas experiências sensoriais e sensuais. Por exemplo, as carícias, a fricção da pele, a humidade dos beijos… Elementos todos dos quais muitas vezes não temos consciência.

Uma consciência que expande nossos sentidos e nos permite desfrutar ainda mais da experiência sexual . Sem pressa, curtindo o que normalmente não percebemos, percebendo cheiros e tendo uma relação sexual diferente, mas extremamente agradável. O resultado? Um orgasmo expandido que causa contrações não apenas nos órgãos genitais, mas em todo o corpo.

Como ter um orgasmo expandido?

Agora que sabemos o que é orgasmo expandido, também podemos querer saber como experimentá-lo com mais frequência. Para tanto, é necessário colocar em prática alguns hábitos que nos permitam alcançá-lo:

As dicas abaixo são muito eficazes, mas se você tem dificuldade de obtê-la libido, recomendo que use o afrodisíaco motumbo, caso você ainda não conheça ele, veja motumbo onde comprar e saiba mais detalhes sobre esse produto.

  • Exercícios de Kegel : consistem em treinar os músculos do assoalho pélvico, contraindo-os e relaxando-os. São aplicativos e dicas que se colocados em prática por apenas 5 minutos por dia nos permitem desfrutar de orgasmos muito mais agradáveis.
  • Masturbação : nos permite conhecer nosso corpo, explorá-lo para entender o que gostamos, com que intensidade e onde nos tocar. Graças a ele, podemos ganhar uma maior confiança que será útil quando tentarmos obter o máximo de prazer com outra pessoa.
  • Concentre-se no momento : se durante a relação sexual pensarmos em outra coisa ou tivermos inseguranças em relação ao nosso corpo, será impossível atingir um orgasmo expandido. Ficar aqui e agora é essencial para uma experiência agradável.

Você é capaz de reconhecer os diferentes tipos de orgasmos que experimenta? Você foi capaz de dizer se teve um orgasmo expandido? Nós encorajamos você a conhecer seu corpo. Para resolver aquelas inseguranças que podem limitá-lo na abordagem do autoerotismo ou que retardam seu prazer quando você está com outra pessoa.

Tentar e experimentar não só levará a orgasmos expandidos, mas também a multi orgasmos, esguichos , etc. Além disso, permitirá que você descubra novas maneiras de se divertir e sentir prazer. O que você está esperando para experimentar o clímax em sua expressão máxima?


Qual a melhor forma de prevenir as estrias?

Infelizmente, mais comum do que se imagina, as estrias podem surgir em várias situações diferentes: após uma dieta rigorosa, durante uma gestação, na puberdade, após ganhar massa muscular…  entre outras.

Embora as estrias não signifiquem nenhum problema de saúde, elas costumam incomodar esteticamente, por isso, resolvemos mostrar aqui, qual a melhor forma de prevenir as estrias.

Por que surgem as estrias

Toda pele é elástica, possibilitando que se estique e encolha, de acordo com o crescimento de cada pessoa. Porém, sua flexibilidade tem limite, que também não é igual para todo mundo, com algumas pessoas tendo a pele mais elástica que outras.

Mas, havendo uma rápida e exagerada distensão da pele, isso acaba provocando lesões, chamadas estrias. Geralmente, elas aparecem naquelas regiões sujeitas a contínuo e progressivo esgarçamento, mas as fibras elásticas, ao serem esticadas demasiadamente, sofrem lesões provocando essas cicatrizes.

Quando é mais comum surgirem estrias:

  • Ganho rápido de peso: costuma provocar estrias no abdômen e no quadril.
  • Gravidez:  costuma provocar estrias nos seios e no abdômen.
  • Rápido ganho de massa muscular:  costuma provocar estrias nos ombros.
  • Estirão puberal:  costuma provocar estrias nos quadris e coxas. E nas meninas podem surgir estrias, também, nos seios.

Sem dúvida, adolescentes e grávidas são os grupos com maior risco, mas fatores genéticos também são importantes.

Sinais e sintomas

As cicatrizes, inicialmente, são linhas avermelhadas que com o tempo tendem a ficarem brancas. Em alguns casos, no entanto, as estrias acabam sumindo sozinhas, como quando surgem durante a adolescência, por exemplo.

Os locais preferidos das estrias são o abdômen, quadris, seios, coxas, nádegas e ombros.

Na gravidez, as estrias surgem, geralmente, após o 6º mês de gestação.

Vale saber, no entanto, que além do efeito estético indesejado, que pode até levar a consequências psicológicas, como baixa autoestima e insegurança, mas, na verdade, elas não chegam a representar maiores problemas de saúde.

Tratamento

Infelizmente, ainda não existe nenhum tratamento cirúrgico que elimine completamente as estrias, os resultados mais eficazes são percebidos quando o tratamento é feito logo que a estria aparece, ou seja, ainda  está na fase avermelhada.

Mas o creme para estrias silk skin funciona muito bem para eliminar as estrias de forma mais rápida e prática.

Até o momento, as melhores opções de tratamento para estrias mais antigas são: Ácido retinoico ou tretinoína, Peeling , Microdermoabrasão e Laser.

Prevenção

Como foi dito, ainda não há tratamentos 100% efetivos contra as estrias, por isso, a melhor forma de evitar é prevenindo o problema, não engordando para não esgarçar a pele. Por outro lado, é impossível uma grávida definir o tamanho de sua barriga, ou adolescentes deixarem de crescer…

Assim, o que se pode fazer é tentar amenizar o problema, procurando investir em muita hidratação, com cremes específicos nas áreas da pele mais susceptíveis, além de hidratar de dentro para fora, também, bebendo muita água para manter-se hidratada, evitar ganhar peso  e procurar praticar atividades físicas.

A dica especial para as grávidas é procurar manter a pele sempre muito hidratada, desde o início da gravidez, além de evitar ganhar muito peso, além do necessário.